Na Mídia

03/11/2010 às 15:57

Olivier visita amigo italiano no próximo ‘Diário do Olivier’

olivier visita amigo italiano no próximo ‘diário do olivier’

No ’Diário do Olivier’ de quinta (04), às 22h30, Olivier Anquier vai de fusca rumo à venda de Seu Gijo, um descendente de italianos que, desde os 19 anos, cuida do açougue na Vila Mariana. “A melhor linguiça do mundo, e não sou eu que falo, não. Cada vez que vou encontrar o meu amigo Gijo, eu fico de muito bom humor”, anima-se o chef.

O italiano conta a Olivier que o negócio é uma herança, pois o pai já tocava a venda na década 50. “Era um açougue e lá nós já fazíamos linguiça também”, conta. “O pessoal fala que esta é uma pequena grande casa”, completa.

Quem não conhece o pequeno local – com menos de 20m² -, não imagina as iguarias que Seu Gijo faz: linguiças artesanais tradicionais e mais exóticas, recheadas com uva-passa, vinho branco, berinjela e parmesão. “São oito tipos de calabresa”, afirma. “Nasci no Brasil, mas meus pais são italianos”. O extrovertido Seu Gijo ainda revela outra faceta: a de cantor de ópera. Ao som de sua música, Olivier despede-se e leva com ele a principal iguaria da casa.

Direto de sua cozinha em São Paulo, o chef aproveita a linguiça trazida da venda de Gijo e ensina a preparar um baião de 2 de encher os olhos… e a boca.